teatro meia volta e depois à esquerda quando eu disser

O teatro meia volta e depois à esquerda quando eu disser foi fundado em 2006, no Porto, por Alfredo Martins, Bárbara Andrez e Sílvia Silva. Durante vários anos, funcionou enquanto companhia de teatro. Neste contexto e sob a direcção artística de Alfredo Martins, foram produzidos diversos espectáculos, dos quais se destacam: O Nome das Ruas (2008), URBANIA (2010), Nacional-Material, Paisagem com Argonautas (2011) e OZZZZZ (2013).

Em 2016, o TMV sofre uma reestruturação e passa a funcionar como uma estrutura de produção artística, produzindo o trabalho de diversos artistas e ainda projectos na área do desenvolvimento de públicos.

Os artistas associados do TMV são Alfredo Martins, Anabela Almeida, Cláudia Gaiolas, Luís Godinho e Sara Duarte.