teatro meia volta e depois à esquerda quando eu disser

2011

“[Nacional-Material, paisagem com argonautas] é uma pequena pérola da dramaturgia e um exercício que foge a qualquer estereotipada construção sobre os estereótipos.”

 

Tiago Bartolomeu Costa, P2, 07/07/2011

 

 

O Rossio, bem como o Largo de São Domingos ou as Portas de Santo Antão, são um verdadeiro melting pot, testemunho da heterogeneidade populacional da cidade. É uma Lisboa diversa, dialógica, palco de um processo contínuo e inacabado de confronto e contaminação. Ao pensarmos numa proposta para o Ciclo Emergentes, imediatamente tentámos equacionar a relação entre o Teatro Nacional D. Maria II (a instituição, a prática e o público) e as realidades tangentes. No limite do possível, voltar a espreitar, das varandas do Nacional, esse reconhecido Outro, tão exótico como estranho, tão proveitoso quanto perturbador. Podemos falar sobre isto?

nacional-material, paisagem com argonautas