teatro meia volta e depois à esquerda quando eu disser

2017

DÍAS HÁBILES. Dias úteis. Dias de trabalho. Dias imaginados.

Projectos poéticos de construção – de identidades, de sociabilidades, de epistemologias. A possibilidade, o devir de um “orbis novus” em escala tonal menor.

Entre Março e Junho de 2015, Alfredo Martins e Rui Santos, atravessaram parte do subcontinente sul-americano – Brasil, Argentina, Chile, Bolívia, Perú, Equador e Colômbia. Partindo da própria experiência do viajar (demoradamente) por territórios simultaneamente familiares (língua e certas normativas culturais) e estranhos (geografias, culturas indígenas e afro-descendentes, incidência da política,...) e dos materiais recolhidos no seu decorrer, propõem-se pensar, em conjunto, as linhas de tensão

e diálogo entre o político e o poético nos ideários e práticas das “utopias concretas”.

días hábiles